O laboratório financiado pelo bilionário fundador da Microsoft e pela Rainha do Pop vai começar a testar uma possível vacina para Covid-19 em humanos. Bill Gates, juntamente com Madonna e outros filantropos, vem custeando a tão aguardada pesquisa da Inovio Pharmaceuticals, e a pequena empresa de biotecnologia da Pensilvânia recebeu recentemente uma liberação regulatória para começar os testes. 

O laboratório será o segundo dos Estados Unidos a iniciar testes clínicos de uma vacina contra o coronavírus. O Moderna já havia chegado a essa etapa da pesquisa no meio de março.

Com tudo bancado pela Fundação Bill e Melinda Gates, além da Coalizão para Inovação em Preparação para Epidemias – grupo internacional para o controle de doenças infecciosas -, o Inovio promete injetar duas doses da vacina em pelo menos 40 voluntários, em um período de tempo separado por quatro semanas entre cada dose.

A expectativa do laboratório é de ter resultados positivos até setembro. Daí em diante, o foco será em provar a eficácia da pesquisa.

Especialistas acreditam que uma vacina para a Covid-19 demore pelo menos um ano para ser finalizada e colocada à disposição das nações que ainda estejam sofrendo com a pandemia. No entanto, o laboratório acredita que até o final deste ano possa produzir 1 milhão de doses para serem usadas em caráter emergencial. Será?