fbpx

Livro “Sex” completa 27 anos

Polêmico, ousado e atemporal, o livro “Sex” com certeza é um marco na carreira de Madonna e na cultura pop. Extremamente controverso, o livro foi recebido negativamente por críticos e por fãs mais conservadores da Rainha, que achavam que ela tinha ido longe demais. Apesar disso, foi um sucesso comercial, conseguindo vender mais de 150.000 cópias em seu dia de lançamento e liderou a lista dos livros mais vendidos, segundo o jornal “The New York Times”.

Tornou-se um dos livros mais procurados após ser retirado das lojas. Ao longo dos anos, a recepção crítica em relação ao livro “Sex” tornou-se positiva, com acadêmicos julgando o livro, bem como este período especial da vida de Madonna, que foi julgado como “uma das fases mais marcantes da artista”. O livro é conhecido por seu impacto na sociedade, na cultura e na própria Madonna, e é considerado um projeto corajoso, pós-feminista e uma obra de arte.

Eu não acho que o sexo seja ruim. Eu não acho que a nudez seja ruim. Eu não acho que estar em contato com sua sexualidade e ser capaz de falar sobre isso seja ruim. Acho que o problema é que todos ficam tão tensos sobre isso e transformam esse assunto em uma coisa ruim quando não é. Se as pessoas pudessem falar livremente, teríamos mais pessoas praticando sexo seguro, não teríamos pessoas que estão sendo abusadas sexualmente! – Madonna

Com fotografias tiradas por Steven Meisel e quadros de filmes feitos por Fabien Baron, o livro  possui uma série de influências, incluindo iconoclastas do punk rock de modas anteriores, como Guy Bourdin e seu surrealismo e Helmut Newton com seu olhar sadomasoquista estilizado. O livro “Sex” possui fotografias que apresentam conteúdo adulto e pornográfico, bem como simulações de atos sexuais, incluindo o sadomasoquismo e sexo anal. Madonna escreveu o livro como uma personagem criada por ela, a “Dita“, inspirada pela atriz dos anos 30, Dita Parlo.

Com certeza, foi uma era incrível, que quebrou tabus e que até hoje é lembrada e exaltada por fãs e pela crítica no mundo! Você tem seu exemplar? Além de raro, é cobiçado!