Hoje trazemos até os leitores do RainhaMadonna a entrevista feita com a Jéssica Silva, uma das Batukadeiras da “Madame X Tour“! Lembrando que a maioria das perguntas foram feitas pelos fãs, através de nossas redes sociais! Vamos lá!

Antes de mais obrigada pela oportunidade Sou a Jéssica Silva, tenho 27 anos , nasci em Portugal e tenho um filho 10 anos . Aos 20 anos mudei-me para Inglaterra vivi lá por 5 anos , onde no começo trabalhei um pouco na área de cabeleireiro ( na qual tenho a formação) , mas depois mudei para recepcionista de hotel onde também fazia o trabalho de assistente manager e mantive nesse trabalho até ao início da tour. Mas a minha paixão sempre foi fotografia .

 Como foi o primeiro momento de Madonna com as Batukadeiras? Você estava presente neste encontro? Se não, como foi seu primeiro contato?

Não estive presente no primeiro encontro , o meu primeiro momento com ela foi em Londres no workshop, e foi uma sensação de que não sei explicar ,  pois uma coisa é ver na televisão , outra coisa é conhecer pessoalmente a Rainha da Pop  e saber que daquele momento poderá haver a oportunidade de trabalhar com ela; e ela entrou falou conosco, veio cumprimentar e perguntou o nome de cada uma . Inesquecível !

Madonna faz questão de sempre dar destaque a culturas locais em seus álbuns, turnês e apresentações. Para você, qual a sensação de ter uma música no álbum da Rainha do Pop?

Foi uma sensação ótima, de orgulho e muita alegria . Tinha a certeza que a partir  daquele momento , as pessoas iriam saber mais de Cabo Verde , querer saber a nossa cultura , o que é o Batuku . Elevaríamos a nossa cultura . 

Antes do lançamento do álbum Madame X, vocês gravaram o lindo clipe de Batuka. Você estava presente? Pode nos contar um pouco de como foi?

Infelizmente não estava presente no dia da gravação.

Além de Batuka, vocês gravaram mais alguma música com Madonna que foi descartada do Madame X?

Não, Batuka era a única música.

Você tem vontade de participar mais uma vez de algum álbum ou turnê da Rainha do Pop?

Claro que tenho, penso nisso várias vezes, se houvesse outra oportunidade iria sem pensar duas vezes .  

Como foi sua escolha pra participar da Turnê? Poderia nos contar como foi o workshop?

Fui chamada através da Orquestra de Batukadeiras , que me convidou para participar no workshop. Depois no final do workshop a Madonna escolheu quem ela queria que lhe acompanhasse na turnê. E eu fui uma das escolhidas o que me deixou muito feliz . 

Como foi a interação da equipe nos bastidores? Como foi a interação dos filhos da Madonna com as Batukadeiras e o resto da equipe? 

No princípio não foi fácil, porque era tudo novo para mim, conhecer as pessoas , tanto da equipa como as batukadeiras , pois muitas de nós não nos conhecíamos ; aprender a lidar com cada uma e  compreendermo-nos, foi um challenge muito sinceramente. A interação com a equipa tanto como os filhos da M foi boa, eles são super simpáticos. Fomos muito bem acolhidas . 

Após o workshop, vieram os ensaios para a turnê. Poderia nos contar um pouco de como eram as rotinas dos ensaios?

Bom, os ensaios foram duros , fazíamos quase 12h por dia , estávamos super cansadas no princípio. Tínhamos 1 ou 2 folgas por semana acho. Mas ao mesmo tempo estava entusiasmada por cada dia fazermos algo novo. 

Foram ensaiadas músicas que não estão presentes no show? Você se lembra de alguma que você queria muito cantar?

A única música que ensaiamos que não esteve presente no show foi Rescue Me. 

Os ensaios ocorreram por quanto tempo? Após quanto tempo de ensaio foi definido o setlist do show?

Os ensaios tiveram a duração de 3 meses. Desde o começo que o setlist já estava feito , e durante os ensaios foram alterando as posições das músicas. 

Faz Gostoso é um dos maiores hits do álbum aqui no Brasil, todos adoraram a participação com Anitta. Vocês queriam o clipe também? Queriam fazer uma participação?

Não se falava de outra coisa, queríamos muito que a Anitta tivesse participado. Ia ser um arraso.

Qual foi seu maior desafio pessoal durante a turnê?

Foi a distância e as personalidades! 

Durante a agenda de shows, vocês ensaiavam antes? Como era a rotina de ensaios no decorrer da turnê?

Sim, mesmo tendo os shows sempre fazíamos um ensaio ou outro, o soundcheck. 

Muitos fãs acreditavam que a turnê iria para mais países, foi cogitada uma etapa em países que a turnê não visitou?

Não, desde o início manteve-se os mesmos países e cidades .

Das músicas da setlist do show, tem alguma preferida que você participou? Tem alguma que você gostaria de ter cantado e que ficou de fora?

Like a Prayer e Come Alive, quando soube que íamos participar fiquei super contente. 

Para os shows, foi restrito o uso de celulares e câmeras? Você sabe me dizer se essa ideia partiu de Madonna? Ela sabia das gravações “ilegais” que ocorreram em poucos shows?

Não sei de que parte veio essa ideia, e penso que sim  ela acabava por saber das gravações ilegais que havia .

Vimos no Instagram da Madonna que Rescue Me foi ensaiada para os shows. Você poderia nos descrever como seria a apresentação?

Só fizemos o ensaio uma vez, nos primeiros dias e sinceramente não me recordo porque foi algo que não estava certo ainda, eram tentativas pra ver se a M iria gostar ou não. 

Além de Rescue Me, houve alguma outra música descartada do show?

Não , foi só mesmo o Rescue Me. 

Como você define sua vida antes e depois deste trabalho com a Rainha do Pop? Qual o legado deixado por Madonna na sua vida, principalmente no profissional?

Mudou completamente, principalmente como pessoa, cresci e aprendi bastante, conheci coisas em mim que até hoje desconheci. E conheci pessoas que irei levar para a vida . Não tenho palavras para agradecer , tanto a ela como Dino D’Santiago que também fez parte desta mudança e oportunidade na minha vida 

Essa entrevista é exclusiva ao site RainhaMadonna. Sua reprodução, total ou parcial, deverá ter autorização dos administradores, sob as penas da lei (art. 184 do Código Penal).