Prosseguindo nossa série de entrevistas com as inspiradoras Batukadeiras da “Madame X Tour“, hoje trazemos até você a entrevista da Jussara Spencer!

Chamo-me Jussara, tenho 27 anos. Nasci em Cabo Verde, mas mudei-me para Portugal com 9 anos. Tenho uma filha de 4 anos. Já fui atleta, fiz atletismo durante alguns anos. Tenho curso de turismo mas nunca trabalhei na área. Tenho formação de teatro e fiz uma peça de teatro, fiz uma participação em uma novela em Portugal (por acaso contracenei com uma atriz brasileira a Carolina Kasting) já fiz participações em alguns vídeo-clip. Posso dizer que a representação é a minha paixão. Antes de ir para a tour estava a trabalhar em uma loja de acessórios para mulheres como gerente.

Como foi o primeiro momento de Madonna com as Batukadeiras? Você estava presente neste encontro? Se não, como foi seu primeiro contato?

Não, não estava. O meu primeiro contato foi em Londres quando fomos para o workshop. Estava muito ansiosa por conhecê-la, afinal não é todos os dias que se conhece a Madonna. Ela foi muito simpática com todas e fez questão de cumprimentar uma a uma.

Madonna faz questão de sempre dar destaque a culturas locais em seus álbuns, turnês e apresentações. Para você, qual a sensação de ter uma música no álbum da Rainha do Pop?

 Como Cabo verdiana que sou sinto um orgulho imenso.

Antes do lançamento do álbum Madame X, vocês gravaram o lindo clipe de Batuka. Como estava a energia no local? Estavam tensas e com medo ou relaxadas?

Quanto ao vídeo não posso dizer pois eu não estava presente na gravação.

Além de Batuka, vocês gravaram mais alguma música com Madonna que foi descartada do Madame X?

Não, só teve o Batuka.

Você tem vontade de participar mais uma vez de algum álbum ou turnê da Rainha do Pop?

Obviamente que sim, foi uma experiência incrível, foi uma experiência de vida mesmo, aprendi e cresci imenso. Adoraria viver esta experiência outra vez.

Agora vamos falar da turnê, que é uma coisa que muita gente quer saber, já que infelizmente vocês não vieram para o Brasil!

Sabemos que a Orquestra de Batukadeiras é composto por várias Batukadeiras, como foi a escolha das que iriam trabalhar com a Madonna no álbum e turnê?

Tudo foi através do Dino D’Santiago, tanto para gravação da música como para o workshop, o Dino fez-me o convite para ir ao workshop e depois do workshop a própria Madonna fez a escolha de quem iria para a turnê, felizmente fui uma das escolhidas.

Como foi a interação da equipe nos bastidores? Como foi a interação dos filhos da Madonna com as Batukadeiras e o resto da equipe?

É como em todo lado, mais fácil com umas pessoa e mais difícil com outras, mas nada impossível. Éramos imensas pessoas, várias culturas, personalidades, feitios etc mas conseguimos fazer o melhor que podíamos. Fomos inspiradas por imensas pessoas da equipa dela, desde os dançarinos, técnicos, assistentes etc. houve muita partilha e nós aprendemos muito. Os filhos dela são incríveis, super educados, brincalhões, sempre falaram connosco, brincavam connosco, como se já nos conhecessem há muito tempo.

Nós, fãs, sabemos que Madonna é extremamente profissional e perfeccionista, mas ela separa trabalho de diversão sempre. Como é Madonna antes, durante e depois dos ensaios? E dos shows?

Sim, ela é super perfeccionista e trabalhadora. Foi das coisas que mais me impressionou nela. Ela é muito trabalhadora, não tem medo de trabalhar e quer sempre dar o melhor. Ela chega e cumprimenta toda a gente e começamos a trabalhar, durante o trabalho é  muito focada, mas também tem momentos de descontração, ela gosta de contar piadas.

Foram ensaiadas músicas que não estão presentes no show? Você se lembra de alguma que você queria muito cantar?

Houve sim, mas neste momento só me recordo do Rescue Me.

Houveram muitas alterações na setlist da turnê? Ele demorou a ser definido?

A setlist já estava feita quando fomos para a tournê. Houve umas 2/3 alterações mas não muito mais que isso.

Faz Gostoso é um dos maiores hits do álbum aqui no Brasil, todos adoraram a participação com Anitta. Vocês queriam o clipe também? Queriam fazer uma participação?

Claro, queríamos muito que houvesse clipe, participação da Anitta então nem se fala, estávamos todas a torcer para que isso acontecesse.

Qual foi seu maior desafio pessoal durante a turnê?

Como disse tenho uma filha, que fez agora 4 anos. Pessoalmente foi o meu maior desafio. Fiquei quase 6 meses sem a ver, custou-me imenso. Chorei muitas vezes, alguns dias custava mais, as saudades eram muitas. Tive que ter muita força para continuar.

Madonna lesionou o joelho durante os shows da Madame X Tour, como isso impactou os bastidores? Madonna cogitou adiar a turnê em algum momento?

Ficamos preocupados com ela, nós já sabíamos o quanto ela trabalha e como essa lesão iria custar-lhe. Sendo a pessoa trabalhadora e perfeccionista que é, ela nunca iria querer parar. Se ela cancelou shows é porque não conseguia mesmo fazer os shows. Quando estávamos em França em uma das rezas ela nos disse que em Lisboa ela estava tão mal que pensou nisso. Mas graças a Deus e á sua garra ela  conseguiu  ir fazendo aos poucos.

Muitos fãs acreditavam que a turnê iria para mais países, foi cogitada uma etapa em países que a turnê não visitou?

Não que tivéssemos conhecimento. Houve boatos mas não nos foi dito nada em concreto.

Para você, qual o melhor momento do show?

Tivemos muitos momentos, mas acho que foi quando a cortina se fechou em um dos shows em Londres, ela continuou a cantar e nós fomos todos ter com ela e cantamos I Rise com a cortina fechada. Foi um momento incrível.

Madonna tem um catálogo imenso de músicas. Porque ela deixou de lado grandes hits dos álbuns e focou apenas no Madame X nessa turnê?

Como disse era a turnê da Madame X, era para apresentar o álbum Madame X, como também era um show mais pequeno, em teatros. Ela tem muitos hits e era impossível conseguir meter todos nesta turnê.

Você ficou nervosa antes dos shows? Com o tempo se acostumou?

Sim, no início fiquei, mas depois como fazíamos muitos shows no mesmo sítio, acabávamos por ir ficando menos.

Qual foi o melhor show da turnê para você?

Tivemos muitos bons shows. O primeiro show da turnê foi incrível, foi o início de tudo, estávamos todos super nervosos e entusiasmados. Em Los Angels e Londres acho que foram os melhores públicos. Lisboa foi muito especial porque estávamos em casa, tínhamos as nossas famílias e amigos a irem ver os shows. Acho que não consigo escolher o melhor.

Sempre víamos os filhos da Madonna nos vídeos e fotos dos bastidores. De todos, quais você tem mais proximidade?

Tínhamos mais convivência com as gémeas e a Mercy, pois elas participavam no show e acabávamos por estar mais tempo com elas.

Todo mundo quer saber, vai ter registro do show? Será que sairá em breve?

Não consigo responder a essa pergunta, porque também não sei, mas eu espero que tenha e que seja para breve.

Como você define sua vida antes e depois deste trabalho com a Rainha do Pop? Qual o legado deixado por Madonna na sua vida, principalmente no profissional?

Aprendizagem. Aprendi imenso, amadureci muito. Conheci pessoas maravilhosas, inspiradoras mesmo. Conheci um novo “mundo” e trouxe uma grande bagagem dessa experiência. Sem dúvida que é o lutar por aquilo que queres, não aceitar não como resposta sem dar luta. Trabalhar muito para chegar onde quer, nada é fácil mas também nada é impossível se trabalhares para conseguires o que queres. Ela tenta sempre antes de dizer que não consegue e não desiste sem lutar.

Acho que nas respostas que dei dá para ver a gratidão que tenho por ter trabalhado com a rainha da pop, a honra que tive em subir o palco e cantar e dançar com ela. A gratidão de ter podido conhecê-la de perto e aprendido com ela. Serei eternamente grata por esta experiência incrível que foi a Madame X tour. Grata pelas batukadeiras que tive o prazer de conhecer, conviver e criar laço de amizade. Nem sempre foi fácil, mas valeu a pena e fazia tudo de novo.

Deixamos aqui nossos sinceros agradecimentos à Jussara e à todas as Batukadeiras que estão fazendo dessas entrevistas uma realidade, contando um pouco da história da “Madame X Tour“. Esperamos que os fãs estejam gostando deste conteúdo exclusivo!

Essa entrevista é exclusiva ao site RainhaMadonna. Sua reprodução, total ou parcial, deverá ter autorização dos administradores, sob as penas da lei (art. 184 do Código Penal).