Música faz parte do projeto “The Immaculate Tribute”, espetáculo que, desde
2018, Daniel apresenta com releituras do repertório de Madonna

São Paulo, agosto de 2020 – Lançada em 1986 como o último single do disco “True Blue”, La Isla Bonita tornou-se rapidamente um sucesso comercial, crítico e uma das músicas favoritas dos fãs de Madonna. Hoje, 34 anos depois, a faixa ganha uma releitura pop e ainda mais tropical nas vozes de Daniel Peixoto e Getúlio Abelha, que a lançam dois dias antes do 62º aniversário da Rainha do Pop.


“A ideia de gravar essa música veio quando eu decidi fazer o The Immaculate Tribute”, explica Daniel, que vem apresentando desde 2018 um espetáculo em homenagem a Madonna, no qual reimagina o repertório da diva. “No show, eu trazia as músicas dela para meu universo musical, sendo que La Isla Bonita é a mais brasileira das suas canções e, digamos, a que mais soa como as músicas que eu e Getúlio já fazemos.”


Ambos os artistas nordestinos e LGBTs foram inspirados pela obra de Madonna e são fãs declarados da artista. A nova versão leva produção do DJ Chernobyl, da banda gaúcha Comunidade Nin Jitsu, um dos nomes responsáveis pelo sucesso do funk no mercado internacional, com faixas co assinadas com Diplo e Bonde do Rolê. Na faixa, ele mistura a pegada electropop com elementos tipicamente brasileiros como a guitarrada e a batucada.

La Isla Bonita chega após Daniel lançar o single Postal de Amor, parceria com Filipe Catto, e de Getúlio ter gravado Sinal Fechado, primeiro teaser do seu próximo projeto. Juntas, elas já ultrapassam mais de 500 mil streamings nas plataformas online cada.

Ouça nas plataformas digitais clicando aqui!

DANIEL PEIXOTO
Cearense e vocalista da Montage, Daniel Peixoto já abriu os shows de lendas
da música como The Prodigy, Bjork e The Cardingans, além de ter integrado a trilha sonora de novelas da Globo e sido eleito como “o novo David Bowie” pelo jornal inglês The Guardian. Consolidado na música queer brasileira, ele já foi chamado de “Príncipe brasileiro do electro” pela MTV dos EUA e seu disco de estreia solo, “Mastigando Humanos”, ganhou o prêmio Dynamite como Melhor Álbum Eletrônico. Atualmente, Peixoto trabalha seu projeto DP, no qual vem lançando uma faixa inédita por mês como aperitivo para seu próximo projeto, “Iracema Som Sistema”, cuja produção é assinada por DJ Gorky e o lançamento previsto para o início de 2021, além de apresentar semanalmente o programa “Porto Dragão Sessions” nas TVS Music Box Brazil e TV Cultura simultaneamente.